Sala de Imprensa

Renovação contínua: arte e empreendedorismo

A ourivesaria é um exemplo de empreendimento que pode resgatar os valores mais antigos, preservar o meio ambiente e impulsionar pequenas empresas


Com a pandemia do Covid-19 cerca de mais de 2 milhões de novos consumidores fizeram suas primeiras transações pela internet. O que também resultou em uma nova chance para pequenos empreendedores e antigas profissões como o caso da ourivesaria, arte que teve sua primeira aparição em sítios arqueológicos no mar Egeu, em torno de 2.500 a.C.


Antes comprar uma joia demandava um esforço e logística muito maiores do que o esperado e, além de isoladas hoje as pessoas e o mundo não permitem mais ter esse tempo. Era preciso se deslocar até as lojas e escolher, muitas vezes entre modelos já prontos e fabricados em grandes quantidades, algo especial. Atualmente, com a enorme facilidade que a tecnologia dispõe, é possível encontrar basicamente tudo na internet, e o melhor de forma personalizada e renovada.


Este é o caso da ourives Lyssandra Macedo que trabalha com joias artesanais. Para a artista estes últimos meses trouxeram duas grandes conquistas, um aumento significativo na procura por seus serviços e a chance de trabalhar com a sustentabilidade, ou seja, sua arte preserva o meio ambiente. Como sua maior matéria prima é o ouro e os valores estão em alta, algumas pessoas podem acabar optando por outros tipos de materiais. Mas Lys criou a campanha de incentivo entre seus clientes para a reutilização de antigas peças de ouro para a criação de novas. Desta forma consegue baratear os valores e manter seu trabalho sustentável.


Com suas postagens e participações em redes sociais, Lys percebeu que o púbico tinha grande interesse em sua profissão e campanha. Os pedidos e histórias são inspiradores, vão desde alianças, colares até peças mais personalizadas para o Dia dos Pais como marcador de livros elaborados por meio da própria caligrafia das filhas. Segundo Lys, há uma conexão acontecendo de forma única neste momento, as pessoas criaram uma rede de colaboração repleta de boas ideias para ajudar pequenas empresas e aqueles que não tinham seus produtos com fácil acesso às vendas online. Ela espera que ações e desejos como estes se expandam para todos os segmentos como sustentáveis e de doações.


Sobre: Lyssandra Macedo é formada em Design e especializada em Gestão de Design e Inovação. Participou de projeto como o Fogão a Ponto de Ônibus, além de trabalhar para grandes marcas que proporcionaram experiências em design de produto, design gráfico, web design, design de interface e desenvolvimento de materiais cores. Há 5 anos resolveu se dedicar à Lys Joalheria Artesanal e Empreendedorismo Criativo.